Imagine-se um espetáculo com humor, interativo e ainda como mais valia: ser um evento poético!… esse espectáculo vai estrear em janeiro de 2020 e tem por nome «Poemas para SMS, Facebook e Twitter …»

Este evento foi também concebido para todos aqueles que acham a poesia é uma chatice, que os poetas têm óculos grossos e barbas grandes e roupas do século passado.

Este espetáculo é para todos os que passam o tempo sentados numa plateia, com um olho no palco e o outro nas redes sociais.

Esta peça teatral é para todos os que gostam de rir, cantar, chorar, refletir, meditar, pensar, comer e amar, porque afinal somos um país de poetas e a poesia está em cada português, independentemente da idade, credo, escolaridade, região territorial ou classe social.

Trata-se dum evento pluridisciplinar, que cruza várias linguagens artísticas, literárias e culturais, apoiado em sons, imagens e adereços, misturando improviso com poesia tradicional ou criada pelo autor em pleno palco ou espaço cénico, já que este espetáculo pode ser apresentado com sucesso nos convencionais espaços de Teatros e Auditórios, aos alternativos como Museus, Bibliotecas, Monumentos e mesmo em alguns casos ao Ar Livre, em certames como Feiras do Livro.

Imagine-se um namorado que quer dedicar um poema ao seu amor, presente na sala. O mesmo comunica em determinado momento por Wsap essa intenção, sendo a sua mais que tudo, surpreendida com um texto poético encenado, que tanto pode ser um original, como um texto de Fernando Pessoa, Almeida Garrett, João de Deus, Florbela Espanca, Luís de Camões ou qualquer outro poeta de língua portuguesa.

Esse momento, pode ser gravado por telemóvel pelo próprio, para memória futura e difusão nas redes sociais em direto ou deferido.

Também este evento apela e estimula a escrita poética, convidando-se poetas e/ou autores presentes no espetáculo, a dizê-los em cena, com várias surpresas no palco, onde tudo pode acontecer, mas principalmente arte e arte de dizer, humor e cultura para todos e em todos os lugares, a qualquer hora nos 366 dias do ano de 2020 em Portugal e não só, porque como escreveu Bernardo Soares “A Minha Pátria é a Língua Portuguesa”.

Este é um espetáculo criativo, moderno e muito interativo com a plateia, onde o autor e protagonista está sem rede, mostrando a sua capacidade singular de interpretar textos poéticos e comicidade teatral contemporânea de modo a cativar nas plateias os jovens e adultos, os estudantes e seniores, para potenciar a apetência e gosto pela poesia, viajando por diversificados textos e temáticas, dos mais bem dispostos a outros mais convencionais, de uma forma arrebatadora como tem sido seu apanágio, ao longo de trinta anos consecutivos de carreia, com enorme sucesso.

Nuno Miguel Henriques, o mais referenciado divulgador de poetas nas últimas duas décadas e meia em Portugal, que gravou discos e CD´s de poesia, fez milhares de espetáculos e recitais no país e no estrangeiro, trabalhou para mais de 500 estabelecimentos de ensino como recitador poético para alunos de diversos graus de ensino, fez rádio e televisão, apresenta-se em 2020 com este renovado estilo neste  evento, consagrando-se como o precursor inovador dos grandes diseur´s da língua portuguesa, para assinalar simultaneamente o primeiro Dia Mundial da Língua Portuguesa, aprovado pela UNESCO, no dia 5 de maio de 2020.

ESTREIA em Janeiro de 2020

Alguns Poetas Possíveis do Repertório: Fernando Pessoa, Florbela Espanca, Álvaro de Campos, Eugénio de Andrade, Ricardo Reis, Américo Durão, Luís Vaz de Camões, João de Deus, Barbosa du Bocage, Bernardo Soares, Augusto Gil, António Aleixo, Almeida Garrett, Júlio Diniz, Antero de Quental, Camilo Castelo Branco, Gomes Leal, Cesário Verde, António Patrício, Guerra Junqueiro, Mário de Sá-Carneiro, José Gomes Ferreira, António Botto, Amália Rodrigues, Vitorino Nemésio, Miguel Torga, António Gedeão, Natália Correia, Sophia de Mello Breyner, Ruy Belo, Pedro Homem de Melo, José Régio, Gonçalves Crespo, Mário Cesariny, Alexandre O’ Neill, Cecília de Meireles, Sebastião da Gama, João Villaret, António Lobo Antunes, Cassiano Ricardo, Ary dos Santos, Carlos de Oliveira, Américo Durão, Carlos Paião, Afonso Lopes Vieira, Gil Vicente e José Saramago, entre dezenas de outros que podem ser pedidos ou sugeridos, pelo público e organização, nas sessões realizadas.

 

Organização:  Teatro ABC  – Companhia Nacional de Teatro Português
Protagonista:  Nuno Miguel Henriques

Bilhetes para Estudantes em/de Escolas: desde 4,99 euros
Bilhetes Público Geral: desde 8 a 10 euros

Deslocações a Localidades e Escolas de todo o Continente e Regiões Autónomas.

Informações/ Reservas:

www.teatroabc.pt

Telefones: 211987471 | 275332294 |  289031776969069398

Wsap: 00351969069398

Correio Eletrónico: info@teatroabc.pt

Um Compromisso com a Excelência.
Duas Décadas e Meia a Trabalhar em Todo o Território.