Banner-Um-Dia-Com-Fernando-Pessoa

Este é um espetáculo teatral e poético, que reúne alguns dos Textos mais emblemáticos do Poeta Português Fernando Pessoa, em cruzamento com os seus heterónimos Álvaro de Campos, Alberto Caeiro, Ricardo Reis e Bernardo Soares. Baseia-se essencialmente numa abordagem dinâmica e interativa da Poesia Portuguesa, com uma estética acessível a qualquer género de público.

Entre a informalidade e o contato direto com o público, criam-se momentos únicos nestas viagens com Pessoa…

É uma verdadeira trajetória poética, introduzindo-se notas biográficas, recitando-se e conversando-se sobre Fernando Pessoa e os seus heterónimos, além de diversas referências históricas e culturais.

O evento tem além da palavra interpretada com Arte de Dizer, ilustrado por imagens, sons e apontamentos cénicos, um momento de apelo ao estudo, compressão e apetência por toda a obra Pessoana, duma forma peculiar e original.

Com engenho e entrega, é uma versão única e singular do Diseur Nuno Miguel Henriques, que cumpre a máxima de Octávio Paza melhor maneira de compreender um poema, é ouvi-lo“.

Deste espetáculo, fazem parte a interpretação de textos como: “Liberdade”, de Fernando Pessoa; “O Poeta é um Fingidor”, de Fernando Pessoa; “Minha Pátria é a Língua Portuguesa”, de Bernardo Soares; “Lisbon Revisited”, de Álvaro de Campos; “Apontamento”, de Álvaro de Campos; “Todas as Cartas de Amor São Ridículas”, de Álvaro de Campos; “O Menino de Sua Mãe”, de Fernando Pessoa; “O Mistério das Coisas”, de Alberto Caeiro; “Estás só”, de Ricardo Reis; “Mestre São Plácidas Todas as Horas”, de Ricardo Reis; “Não Sei Quantas Almas Tenho”, de Fernando Pessoa; “Tão Cedo Passa Tudo”, de Ricardo Reis; “Tenho Tanto Sentimento”, de Fernando Pessoa; “Eros e Psique”, de Fernando Pessoa; “Sou Um Guardador de Rebanhos”, de Alberto Caeiro; “Olá Guardador”, de Alberto Caeiro; “O Tejo É Mais Belo”, de Alberto Caeiro; “O Infante”, de Fernando Pessoa; “Mar Português”, de Fernando Pessoa; “O Mostrengo”, de Fernando Pessoa; “Ode Triunfal (extratos)”, de Álvaro de Campos;.

«UM DIA COM FERNANDO PESSOA…” tem previstas apresentações por todo o país, em várias versões distintas, fazendo-se agora uma evolução natural para as apresentações de Lisboa e Porto, bem como na digressão pelo país, preparada para Bibliotecas, Escolas, Auditórios, Feiras do Livro, Bibliotecas, Encontros Literários e outros espaços imensuráveis onde a poesia tenha lugar, como Monumentos, Museus ou mesmo ao Ar Livre.

Sessões para Escolas, para alunos do 5º ao 12º Ano de Escolaridade:

Lisboa*:
Dias: Quintas-feiras de Outubro de 2018 a Maio de 2019
Horários: 11.00 e 14.00 horas

Porto*:
Dias: 12, 13 e 14 de Novembro e de 3 e 4 de Dezembro de 2018 e 14 e 21 de Janeiro e de 18 de fevereiro e 18 de Março de 2019
Horários: 11.00 e 14.00 horas

Serra da Estrela*: (Penhas da Saúde / Covilhã)
Dias: 23 e 30 de Novembro de 2018 e 15 e 22 de Março e 17 de Maio de 2019
Horários: 12.00 e 14.00 horas

Bilhetes: 3,99 euros para grupos superiores a quatrocentos participantes, em várias sessões, pois fazemos os eventos poéticos para grupos de escolas, personalizados e mais pequenos, para melhorar qualidade e interação. Cinco euros para grupos superiores a cinquenta estudantes e seis euros para grupos inferiores a cinquenta alunos e superiores a trinta, sendo o valor do ingresso normal de dez euros por pessoa. Oferecemos entradas aos professores organizadores, proporcional ao número de descentes envolvidos.

* Outras datas, horários e locais são possíveis, agendados caso a caso.

 

«Um Dia com Fernando Pessoa…»,
Um Evento Poético-Teatral, Que Motiva os Alunos para o Gosto pela Poesia Portuguesa, com o Poétologo
Nuno Miguel Henriques.

 

 

Também Deslocações a Escolas de Todo o País,
Em Condições Especiais em Setembro, Outubro, Novembro e Dezembro de 2018

 

Reservas através do preenchimento do formulário.

Informações:

Telefones: 211987471  | 969069398 | 223238300| 223238300

Correio Eletrónico: info@nunomiguelhenriques.events

Um Compromisso com a Excelência.
Duas Décadas e Meia a Trabalhar em Todo o Território.